estilo

Versalhes, III séculos em minutos

By  | 

editorial-de-moda-em-Versailles-Salão-da-guerra

Salão da Guerra

Sempre que pensava na França, ficava com a imagem icônica do palácio de Versalhes na mente, nunca soube descrever essa atração tão magnética com esse lugar sem parecer transcendental. Quando entrei lá percebi que não era magnético, era beleza em sua mais elevada definição.

Um espaço domado para ser belo em toda sua extensão territorial, os jardins, o grande palácio e até o grande canal. Fascinante a estética desse lugar, da minha parte não há dúvida sobre a necessidade da moda existir como símbolo. O modo ou costume desapareceu no instante que estive ali.

Quando em tempos contemporâneos usamos como “regra” o “menos é mais” talvez os limites da excelência não houvessem existidos, se Versalhes e sua corte não experimentassem o excesso, a arte, os modos, os costumes e a moda não chegariam ao quilate naturalmente. Imagino como seria Versalhes se tivessem pensado no “menos é mais”! Não definitivamente nesse contexto considero extremamente difícil equilibrar o conceito de beleza com uma quantidade imensa de adornos, é um trabalho complexo e minucioso.

Versalhes foi a glória e a ruína da corte francesa, um lugar para celebrar o transitório e o atemporal, um lugar criado especificamente para se viver a expressão “a modo de” uma das origens da palavra moda.

Pensar em peças para compor uma imagem junto a tantas obras de arte foi um desafio tão grande quanto decidir os tons de laranja do pôr do sol e embora fosse primavera estava frio, foi então que elegemos branco e preto perto de tanta cor rosa do mármore ou dourado dos portões.

O resultado? Vestir-se ainda é a melhor maneira de contar quem você é sem palavras.

Como se vestir? Com a moda de Versalhes!

moda-em-versalhes-criação-de-imagem-editorial-looks-extraordinários

editorial-de-moda-em-Versalhes-estilo-rococo

editorial de moda no castelo de versalhes sala dos espelhos

editorial de moda em Versalhes sala da Maria Antonietta

moda em Versalhes salão da coroação

Nós

Carlos Rodrigues, Ingrid Lima e Douglas Oler

 

______

Casaco de pele, tweed e swarovski: Criação de Douglas Oler

Scarpins: Schutz

Óculos: Prada

Produção executiva: Carlos Rodrigues de Larcher

Retouch: Luiz Aro (imagem de destaque) e Marcos Kulenkampff

Douglas Oler é multimídia quando se trata de moda, inquieto, começou trabalhando com produção de moda enquanto ainda cursava faculdade, apaixonado pelo design puro experimentou a criação no universo de acessórios adquirindo um olhar especializado no setor que o levou para palestrar e editar publicações.

1 Comment

  1. Barbarah Nikolaevna

    13/02/2016 at 6:49 PM

    Ficou liinnddooo!!! Parabéns

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply